sexta-feira, 5 de novembro de 2010

      Alexandre Parafita, nascido em Sabrosa, é um escritor português, com raízes transmontanas, com extensa obra publicada sobre o património e tradição oral portuguesa.
   Estudou na Escola do Magistério Primário de Vila Real, na Escola Superior de Jornalismo do Porto, na Universidade de Coimbra, na Universidade da Beira Interior e na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro. Doutorou-se em Cultura Portuguesa e tem o Mestrado em Ciências da Comunicação e foi jornalista durante cerca de 20 anos.
    Tem vários trabalhos publicados a nível de investigação e ensaísmo, e foi professor convidado da Escola Superior de Educação Jean Piaget/Nordeste. É responsável pelo Sector de Comunicação Institucional na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, onde também é vice-presidente do Observatório da Literatura Infanto-Juvenil. Tem desenvolvido trabalho no Centro de Tradições Populares Portuguesas da Universidade de Lisboa, nas áreas da mitologia e da literatura oral tradicional, tendo realizado estudos e pesquisas de que resultou a recolha de mais de um milhar de textos inéditos da tradição oral portuguesa.
   Algumas das suas obras foram escolhidas para o Plano Nacional de Leitura:"Histórias de Natal Contadas em Verso"; "As três touquinhas brancas"; "Branca Flor; o Príncipe e o Demónio"; "A mala vazia"; "Diabos, diabitos e outros mafarricos", "Contos de animais com manhas de gente", "Histórias a rimar para ler e brincar" e "Memórias de um cavalinho de pau".

Sem comentários:

Publicar um comentário