terça-feira, 27 de fevereiro de 2018

Dia Internacional da Língua Materna


«Da minha língua vê-se o mar. Na minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto. Por isso a voz do mar foi a da nossa inquietação.» 
                                                                                                                      Vergílio Ferreira


A proposta neste dia foi mesmo ler em Português :). A equipa da biblioteca apostou na divulgação de autores e livros de expressão portuguesa em vários espaços (biblioteca, vitrines).

Sem comentários:

Publicar um comentário