domingo, 8 de dezembro de 2013

Florbela Espanca - 83 anos depois da sua morte!

"A vida é sempre a mesma para todos: rede de ilusões e desenganos. O quadro é único, a moldura é que é diferente."

Florbela Espanca, poetisa portuguesa, foi batizada Flor Bela de Alma da Conceição Espanca, nasceu e morreu no mesmo dia, 8 de dezembro, aos 36 anos.

Clica aqui e ouve o seu poema " Amar perdidamente" na voz de Luís Represas.

Sem comentários:

Publicar um comentário