domingo, 7 de fevereiro de 2016

Mural das lamentações da humanidade

Esta exposição, de Ricardo Cardoso, surgiu a partir do trabalho realizado numa plataforma artística para o Artis XIII (2015) em Seia com o tema “Experiências do passado e do presente peneiram o futuro”, pensando nos Horrores da Humanidade do século XX e inícios do XXI. Numa altura em que se lembram as vítimas da II Guerra Mundial (27 de janeiro, dia em memória das vítimas do Holocausto), esta exposição esteve patente no átrio da Escola Secundária (3 semanas) e afirmou-se, acima de tudo, como um espaço de reflexão em torno de questões fundamentais para a humanidade ( violência, guerra, indiferença, consequências da guerra, atitude positiva e proativa). Destacamos, assim, o impacto estético e ético e sublinhamos a mensagem final, e que, ainda hoje, faz eco nas nossas cabeças “O futuro depende de nós”
"Aquele que não recorda a história sujeita-se a vivê-la outra vez!"
                                                                            (George Santayana)

                                                                               




Sem comentários:

Publicar um comentário